equipamentos-home-studio

Equipamentos para home studio: quais são os essenciais?

Aulas Gratuitas de Música

Aqui em nosso site reunimos diversas aulas grátis de Música para você aprender sem gastar dinheiro, não temos a intenção de atrapalhar quem ganha dinheiro dando aulas, também incentivamos para você estudar com professores particulares e escolas de música.

Encontrar bons equipamentos para home studio é um passo essencial para quem pretende montar o seu próprio. Hoje em dia, é mais fácil e acessível montar o seu próprio estúdio dentro de casa e produzir música sem depender de outros fatores como uma gravadora profissional ou equipamentos extremamente caros.

Ao tomar a decisão de montar um home studio, é importante se lembrar de um fator: por mais que seja possível criar produções de ótima qualidade, o nível de profissionalidade do seu som irá depender do seu equipamento e do quanto você poderá investir. Por isso, tome cuidado para não deixar de lado nenhum equipamento essencial e de qualidade.

Em primeiro lugar, é importante definir qual é a sua intenção ao montar o seu próprio home studio. Qual é o seu nicho? Geralmente, um produtor de músicas eletrônicas irá precisar dar atenção à equipamentos diferentes dos que são considerados indispensáveis a um cantor de sertanejo, por exemplo.

Se, no seu caso, você faz parte de uma banda, é bem provável que você vai precisar de uma quantidade maior de canais de entrada na interface, para conseguir gravar o som de uma bateria acústica com todas as suas peças separadamente por exemplo. Cada caso será um caso. Além disso, é importante saber com o que você irá trabalhar e onde você irá trabalhar.

Conheça o ambiente em que será o seu home studio

Onde você pretende montar o seu home studio? Você construiu um novo quarto somente para a produção musical ou você modificou um cantinho do seu quarto para começar a produzir o seu material? Todos esses fatores devem ser levados em consideração para o preparo do seu estúdio.

Se você busca por qualidade nas produções, observe o local que será instalado o seu home studio. Olhe em volta e tente prever o que pode alterar a qualidade do seu som. Veja se é existem possíveis vazamentos sonoros e se o espaço dedicado aos seus monitores de referência é o suficiente, por exemplo. A qualidade não depende apenas dos equipamentos mais caros, mas também depende do ambiente. Sempre confira a acústica do seu home studio.

Os cuidados com a acústica devem se manter, independentemente do tamanho do seu home studio. O isolamento e tratamento acústico é um passo imprescindível. O isolamento impede o seu som de sair da sua sala e atrapalhar o seu vizinho ou a sua família. O contrário também vale: caso o barulho seja externo, a sua produção estará protegida de sons que podem trabalhar.

O tratamento acústico é o controle da resposta de frequência e tempo de reverberação dentro do ambiente, para que você possa gravar e ouvir o que foi gravado com total fidelidade. Se não houver controle nesse aspecto, é possível notar diferenças ao ouvir o seu trabalho dentro do seu home office e depois ouvi-lo em outro lugar.

Agora, sem mais delongas: quais são os equipamentos necessários para montar o seu próprio estúdio? Vamos descobrir no próximo tópico!

Os equipamentos essenciais para home studio

Anteriormente, já discutimos sobre a importância de entender qual é o seu tipo de trabalho com a música e como o seu estilo musical pode impactar nos equipamentos necessários, na acústica e no isolamento. No entanto, existe uma lista de equipamentos que são essenciais para todo e qualquer produtor.

Em sua produção, existem três passos principais: captação, conversão e edição. Esses passos se conectam e são dependentes um do outro. Para o processo de captação, conversão e edição. Para captar, será necessário ter microfones e um bom pré-amplificador. Para converter, é necessária uma boa interface com conversores AD/DA (conversores entre sinais digitais e analógicos). Para editar, nada melhor que um bom computador, uma DAW (software de gravação) e monitores de referência.

Agora, vamos olhar com mais detalhe cada um dos equipamentos essenciais para home studio.

Computador

Antigamente, era necessário montar um computador apenas para a produção no home studio. Além de ser caro, também era preciso investir dinheiro apenas nesse equipamento, que era desaconselhável ter antivírus ativo e nem acessar a internet com ele. Ou seja, o seu computador seria usado única e exclusivamente para a produção musical do home studio.

Hoje, com o aumento da capacidade de processamento desses computadores, é possível utilizar um mesmo computador para o lazer e para o home studio. Ao mesmo tempo, você consegue acessar a suas redes sociais enquanto grava em sua DAW ou edita a sua música.

No entanto, quanto maior o poder de processamento, melhor. Para utilizar uma quantidade de programas e plugins que dão a qualidade e o efeito que você deseja, também será exigido um esforço a mais da sua máquina. Portanto, se possível, reserve um computador apenas para os seus trabalhos no home studio.

O computador precisa, principalmente, dessas características:

  • Um mínimo 4 GB de RAM para suportar softwares e arquivos pesados, plugins e instrumentos virtuais que podem rodar ao mesmo tempo.
  • Um bom processador: sistema operacional de 64 bits para rodar seu DAW com áudio em 32 bits de pontos flutuantes.
  • Armazenamento suficiente: de preferência HD SSD. Não esqueça do HD externo de alta capacidade para armazenar seus trabalhos feitos ou em stand by.

Interface de áudio

A interface de áudio é o coração do seu home studio. Seu principal objetivo é pré-amplificar o sinal de microfone, gerar Phantom Power (alimentação) para microfones condensadores, converter áudio analógico em áudio digital nas suas entradas e vice-versa nas saídas (AD/DA).

Outro fator importante para analisar são os números de canais que você irá usar para gravar simultaneamente. Por exemplo, uma bateria acústica exige ao menos oito canais de microfone para ser gravada. Bits e Sample Rate são a definição de qualidade da conversão de sua placa. Praticamente todas as interfaces de hoje são de 24 Bits. Sample rate, nos equipamentos atuais comuns, são de 96 KHz a 192 KHz.

Uma boa interface exige um bom pré-amplificador para gravar qualquer tipo de instrumento, em linha e através de microfone. É possível trabalhar com um pré-amplificador avulso, no entanto é uma opção mais cara e que exige mais espaço, conectores e especificidades.

Em termos de entrada e saída, é importante garantir saídas para fones de ouvido e saída estéreo para os monitores de referência.

Digital Audio Workstation (DAW)

As DAWs, ou digital audio workstation, são uma estação de trabalho de áudio digital. São dispositivos de hardware, software ou aplicativos utilizados na produção musical para mixar várias fontes de som (tracks) em apenas um grid. Elas rodam em computadores que aceitam interfaces de áudio e fazem parte de qualquer home studio.

Com elas, é possível trabalhar as trilhas como um mixer, ajustando as características de cada uma delas de forma independente e podendo agrupá-las no final. Além disso, é possível adicionar plugins a elas para editar profissionalmente, com um padrão de controlador MIDI para a gravação a partir de um controlador externo.

Algumas das DAWs mais famosas e recomendadas:

  • FL Studio
  • Pro Tools
  • GarageBand
  • Logic Pro
  • Reaper

Sistema de monitoração

O sistema de monitoração serve para você ouvir o que gravou ou o que está mixando. Esse sistema é deve ser destinado exclusivamente para esse fim. É importante que a monitoração tenha uma resposta de frequência o mais plana possível, para você conseguir ouvir exatamente o que gravou, sem interferências de graves e agudos em excesso ou faltante.

Os monitores de referência são geralmente em formato de caixas acústicas. São montados em estéreo à direita e à esquerda de sua posição, formando um triângulo equilátero entre as duas caixas e a posição de sua cabeça. Portanto, salas pequenas não precisam de caixas muito grandes, pois elas podem soar retumbantes.

Se você trabalha com músicas ricas em baixas frequências, considere adquirir um subwoofer dedicado para esse tipo de graves. Caso não for possível investir nisso, é possível apostar nos fones de referência. Por ficar colado nos ouvidos, não sofre interferência na hora de monitorar o seu trabalho. Mixar com fones e com caixas podem trazer percepções diferentes, portanto deve-se sempre ouvir boas músicas para aguçar sua percepção.

Outros acessórios

Alguns outros acessórios que podem ajudar na montagem do home studio são:

  • Pedestal, para garantir a segurança e posição correta do seu microfone enquanto você grava. Quedas não são saudáveis para seu microfone!
  • Shock mount, que evita que vibrações cheguem em seu microfone.
  • Pop filter, que protege o microfone de sopros gerados pelas letras “p”, “f”, “t” entre outras.
  • Barreiras acústicas para microfone, que pode ser uma bela ajuda na acústica do seu home studio.
  • Teclados e controladores de pads, controladores podem ser uma boa ferramenta para auxiliá-lo na criação de músicas com teclados e pianos.

Esses foram os equipamentos essenciais para começar a construir o seu home studio. Com o tempo, você aprenderá a identificar quais mudanças a serem realizadas e outros possíveis equipamentos que poderão melhorar a sua produção.

Autor

O Mundo da Música é um marketplace do nosso segmento (música, equipamentos de áudio profissional, instrumentos musicais e itens de iluminação e projeção). Nasceu em fevereiro, começou a vender em agosto, mas o projeto é de uma galera que trabalha com música há décadas, como a Música&Mercado e a Proshows.

Aulas Gratuitas de Dicas

Ver Mais Aulas

Escolas de Música

Ver Mais Escolas

Livros para Estudo

O Estudo da Música é um Universo sem Fim, Reunimos diversos Livros Físicos e Digitais para Aperfeiçoar seu Conhecimento.

o livro do violao brasileiro

O Livro do Violão Brasileiro

violao sem pestana

Violão Prático Sem Pestana

iniciacao no violao

Iniciação ao Violão. Princí...

oficinas de musicalizacao

Oficinas de musicalização: ...

teoria musical para leigos

Teoria musical para leigos

musica e seu ensino

Música(s) e Seu Ensino

Por que Aprender Música ?

Cantar ou tocar algum instrumento melhora significativamente a qualidade de vida, em níveis físicos e psicológicos. Inclua alguma atividade musical na sua vida, trouxemos alguns dos benefícios trazidos por esta prática.

Ensina Disciplina e Perseverânça

Para aprender música você precisa de muita disciplina e perseverânça para praticar regularmente a fim de evoluir musicalmente.

Melhor aproveitamento do Tempo

Não disperdice seu tempo com coisas que não agregam na sua vida, aprenda a tocar um instrumento e aproveite o tempo.

Melhora a Habilidade de Escutar

Treina seus ouvidos para saber escutar e identificar aspectos da música nunca observados.

Libera Dopamina no Cérebro

A dopamina é conhecida como hormônio do prazer, então nem precisamos dizer nada né. Música é bom demais.

Melhora a Coordenação Motora

É muito importante estimular a coordenação motora, principalmente nas crianças para ter um bom crescimento.

Combate a Doenças Cognitivas

Atualmente existem diversas terapias com música que ajudam pacientes com Alzheimer e outras doenças, e a melhora é visível.